Oficial de Justiça TJRS - Artigos e Cursos

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Dia difícil no interior de Fontorua Xavier



O dia começou assim...
    
E terminou assim....

Uma forte chuva me encontrou no interior de Fontoura Xavier e impediu que eu conseguisse subir pela unica estrada que, do local onde eu estava, dá acesso à geral. 

Depois de perceber que o carro não iria subir de frente, tentei manobrar para seguir de ré, como tinha feito instantes antes em outro lugar, com sucesso. Mas como esse acesso era muito estreio, caí dentro da valeta. Ainda tentei uma manobra forte, tentando jogar a traseira sobre o barranco mas não deu, o carro afundou.

Então, às 15:00, começava minha jornada de volta para Soledade. 

Comecei andando sob a chuva pela estrada onde há anos não passava um carro, cuja residência mais próxima estava a 3km dali. Subindo e descendo montanhas, às vezes dentro da mata fechada. No início, sabendo a distância que eu teria que seguir, fiquei assustando, pois meu preparo físico não é dos melhores. Foram momentos de grande apreensão, pois a chance de alguém me localizar, no caso de eu  não conseguir seguir em frente, naquele lugar, é muito remota. Mas como o jeito era caminhar, segui em frente. Quando cheguei em um descampado, a uns 500 metros de uma casa, outro susto, um raio caiu ali por perto. Olhei ao meu redor e percebi que eu era a coisa mais alta por ali... só faltava um raio me atingir.

Caminhando molhado, alcancei uma casa, onde consegui uma carona até a escola mais próxima, para então ir com a Kombi do transporte escolar até uma outra localidade onde um ônibus veio buscar os alunos, para só então seguirmos para a cidade de Fontoura Xavier, posteriormente até Soledade, onde cheguei por volta das 20:00.

No trajeto vi as dificuldades que alunos e professores enfrentam diariamente. Por exemplo, uma professora que leva seu filho de 6 meses junto até aquele fundão por não ter onde deixar a criança, sendo necessário trocar duas vezes de transporte, pois também reside no interior. Bem como as crianças que depois de descer do ônibus, tem que andar longas distâncias até suas casas. No entanto, em que pese as dificuldades, o bom humor esteve sempre presente.

No dia seguinte, com a ajuda do sempre prestativo e confiável irmão, padrinho, colega e compadre Ademir Borges do Amaral, Oficial Ajudante da Distribuição da Comarca, servidor do Judiciário há mais de 30 anos, portador de mais de 15 portarias de louvor e que sempre tem um veículo 4x4, fizemos o resgate do carro. Video abaixo.



No ano passado também foi feito outro resgate.
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO