Oficial de Justiça TJRS - Artigos e Cursos

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Prisão Civil - Execução de Alimentos - Oficial de Justiça



Cheguei no município jurisdicionado no início da tarde para cumprir diversos outros mandados, no entanto, ao chegar perto da praça encontrei, por acaso, um homem para o qual eu estava com um mandado de prisão civil e tendo em vista que ele, quando consegue, esconde-se de mim, parei e comuniquei sobre a necessidade de me acompanhar ao presídio de Soledade. Como sempre, quando consigo encontrá-lo, ele foi muito tranquilo e educado, mas manifestou que precisava ir até sua casa para pegar suas coisas. Para não perdê-lo de vista levei-o até lá, no interior, a 30 km de estrada de chão, percurso no qual ele passou a contar a triste história de sua vida. Na sua humilde residência, pegou algumas peças de roupas, colocou em uma sacola e foi avisar os vizinhos sobre o ocorrido. Durante o caminho até o presídio, 70 km dali, perguntei o motivo para ele não ter justificado a falta de pagamento, visto que é pobre, biscateiro e evidentemente não pode pagar o valor determinado há anos atrás, do que me respondeu: “uma passagem para Soledade custa caro, o ônibus chega depois que já acabaram as fichas da Defensoria, eu não tenho estudo nem orientação, só me resta esperar que o Sr. Venha buscar”.
Como esta diligência levou a tarde toda, os outros mandados ficaram novamente para a semana que vem, afinal, com a precariedade das estradas, distâncias envolvidas e volume de mandados, não tem como a justiça andar mais rápido por aqui, mas isso é assunto para outro dia.
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO